Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chique a Valer

Chique a Valer

Universidade e turismo à vista

Oh meu Deus que semana complicada. Comecei uma das fases mais importantes de sempre, a vida universitária. Tem sido de loucos conhecer todos os professores, tentar decorar meia dúzia de caras de funcionários, estudar e ainda ter tempo para a aquilo que nos liberta um bocadinho do stress das aulas, a praxe.

Turismo para mim faz parte de um presente e um futuro, adoro viajar. Já viajei por sítios incríveis como Cabo Verde, Jamaica, Londres, Paris, Tunísia, Cuba entre outros sítios fantásticos.

A relação interpessoal na minha opinião está a quebrar-se um pouco por todo o mundo com o avanço e uso de tecnologias quase 24h por dia e o turismo contraria precisamente isso. Turismo tornou-se a minha primeira opção porque gosto de dar a conhecer aos outros e acho que toda a gente devia ter o direito de conhecer de perto outras culturas, religiões, gastronomias e também porque turismo tem ainda muitas vertentes por explorar. Tenho adorado esta nova vida, mais puxada sem dúvida, cheia de compromissos e responsabilidade pela frente. Mas o que seria a vida sem um pouco desta adrenalina?

Na praxe tenho aprendido que o impossível deixa de o ser quando se está em grupo, praxe é aprender. Aprender em sair do nosso local de conforto e aprendermos a desenrascar-nos e a inventar, ser criativo quando nos pedem por exemplo em 2 minutos uma maçã dourada.

Aprendi a criar teorias absurdas como "as omeletas de queijo influenciam a reprodução das formigas", mas tudo isto implica criatividade, pôr toda a vergonha de lado e ter atitude. 

Praxe implica respeito. Sem respeito não seria possível fazer uma praxe fantástica como aquela que estou a viver. Todos somos humanos e a nossa dignidade tem que estar acima de tudo. Na praxe sou a Fanny, deram-me este nome de praxe e tenho vivido momentos memoráveis e chiques a valer.