Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chique a Valer

Chique a Valer

Saudades de um minuto

Olhem só para mim aqui cheia de saudades de alguém que saiu há um minuto da minha beira...Grrr, mas que raio de coração tenho eu para ter saudades de um minuto?! Alô alô, alguém quer trocar de coração com o meu? Bastante pequenino devido ao meu tamanho, derrete-se facilmente,  meigo demais, salta-lhe a tampa com facilidade em situações que lhe alteram as palpitações, por vezes bipolar e adora por-me a vomitar de amor para dar.
Nunca me obedece, disse-lhe para não ter saudades porque o tempo passa a correr, ele riu-se e ignorou! Será que podes por um tempinho que seja lembrar-te que sou tua dona, és meu órgão e embora tenhas grande poder sobre mim não podes aproveitar-te disso 24h por dia. Sou uma apaixonada, tenho sorte por o ser mas não concordo sem dúvida com quem diz "amar não traz sofrimento", mentira. Amar tem sobretudo sofrimento, não estou a falar dos maiores motivos de divórcio, como a triste traição ou violência doméstica, falo de preocupação. Dos sentimentos que mais domina a vida, sou uma preocupada por natureza, será que está bem, será que se magoou no treino, será que já jantou... preocupações de mulheres exageradas, sei que está tudo bem e blábláblá. O amor faz-me sentir estúpida, é mesmo isso. Romantismo e carinho a toda a hora e minuto, finjo que não gosto e nada de lamechices para não enjoar de tanto mel mas vá lá, toda a mulher adora ser amada e amar. Amar tem coisas ridículas, como darmos a torrada do meio a quem amamos, darmos o fim de chocolate do Cornetto, darmos o último pedacinho de hambúrguer que comemos à volta para  ficar para o fim a melhor parte e para quê? Para abdicarmos do melhor para dar a quem amamos. Seremos nós burras ou comemos palha às colheres? Bom, pelos vistos amar tem um pouco de ridículo, estupidez, sofrimento, burrice, mas o que seria uma mulher sem amor? Amor tem muito que se lhe diga. Mulheres apaixonadas são chiques a valer.